Transformação digital: um fator chave para o sucesso de qualquer empresa

A transformação digital não é um conceito futurista. Na atualidade, todas as empresas, sejam recentes ou antigas, têm que dedicar toda a atenção possível aos desenvolvimentos tecnológicos mais recentes, de forma a consolidarem a sua posição no mercado. Esta transformação também está a demonstrar um grande impacto na sociedade e na forma como as pessoas agem, comunicam e trabalham.

As empresas criadas antes da internet enfrentam grandes desafios na modernização devido às mudanças que ocorreram nos processos negociais na atualidade. Contudo, todas as empresas podem adaptar-se e crescer utilizando a tecnologia a seu favor. Isto porque, a introdução e aplicação destas inovações tecnológicas tem como objetivo principal impulsionar o desempenho e garantir resultados sólidos. Tal como as restantes empresas, as empresas dedicadas à construção civil sofrem das mesmas vantagens e desvantagens relacionadas com a transformação digital.

O setor da construção, apesar de já ter sofrido algumas transformações, ainda se encontra atrasado em relação a outros setores. Dados de 2017 mostram que a produtividade no setor da construção civil teve um aumento mais lento do que nos restantes setores. Tendo, na última década, crescido em média apenas 1% em relação ao crescimento médio dos restantes setores, o qual foi de 2,5%.

 

Estes números provam a grande complexidade da modernização do setor da construção. No entanto, já foram desenvolvidos recursos que se têm mostrado cada vez mais importantes e úteis. Como exemplo, temos o software de Modelação da Informação na Construção (BIM em inglês ou MIC em português). Este software permite ver uma representação digital das caraterísticas físicas e funcionais de um edifício. Utilizando o BIM, os responsáveis de obra conseguem avaliar a construção através de modelos virtuais, geometria, relações espaciais, informações geográficas e materiais de construção, o que lhes permite testar vários aspetos.

Também pode ser utilizado para acompanhar o ciclo de vida completo de uma construção, de forma a garantir que tudo corre dentro do planeado. Este software mostra a sua utilidade durante o processo de construção dos edifícios e durante a instalação geral (eletricidade, água e gás), sendo essencial para tornar mais eficiente todas as etapas da construção. No entanto, apesar das suas grandes vantagens, não oferece melhorias no processo que antecede a construção. De forma a igualar a produtividade do setor da construção à dos outros setores, é necessário introduzir ferramentas que complementem a BIM, ou seja, ferramentas capazes de tornar ainda mais eficiente o processo de planeamento.

Apesar do setor da construção estar a acompanhar o desenvolvimento tecnológico, ainda não demonstrou as melhorias observadas noutros setores. Aumentar a produtividade e eficiência da fase de construção é essencial, contudo, não é suficiente. Para modernizar completamente o setor será necessária a introdução de ferramentas ou softwares que sejam capazes de agilizar a fase de planeamento, a qual costuma ser bastante demorada e complicada. Esta modernização da fase de planeamento já está a dar os primeiros passos, e em breve todos os profissionais terão acesso a ferramentas únicas criadas com o objetivo de tornar esta fase mais eficiente.

Autor: André Costa

Subscrever Newsletter

"Sim! Quero receber notícias que me vão ajudar a aumentar a produtividade da minha empresa."

Subscreveu com sucesso a nossa newsletter!